Quiterianópolis completa 31 anos de emancipação política nesta segunda-feira,4

0
449

Nesta segunda-feira, 4 de junho, Quiterianópolis, na região dos Inhamuns, completa 31 anos de Emancipação Política. Situado a 415 quilômetros de Fortaleza, o Município tem uma população de 20.777 habitantes, segundo o censo de 2017, do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE).

Para comemorar mais um aniversário, o prefeito Dr. Barreto e toda administração municipal realizam uma programação especial, começando às 7h com um Momento Ecumênico, em frente ao Paço Municipal. Em seguida, no mesmo espaço, terão estandes com apresentações das principais ações desenvolvidas pelas secretarias da gestão municipal. Já às 17h, no estádio Tualdão, tem partida de futebol entre as seleções de Quiterianópolis e Parambu. À noite, tem show musical com Léo Magalhães, Avine Vinny e Danraus. 

A História

Distrito criado com a denominação de Santa Quitéria, em 4 de abril de 1933, subordinado ao município de Independência;

Em de dezembro de 1938, o distrito de Santa Quitéria passa a denominar-se Coutinho;

Aos 21 de julho de 1963, o distrito de Coutinho é elevado à categoria de município, compreendendo os distritos de Coutinho e Algodões, ambos desmembrados de Independência. Mas, sem que a decisão legislativa se efetivasse, em 14 de dezembro de 1965, Coutinho volta a ser anexado ao município de Independência, como simples distrito.

Em 1985, a energia de Paulo Afonso chega a Vila Coutinho, o que aumenta as chances da vila se tornar cidade. Os esforços para a emancipação política de Coutinho se intensificaram com uma união forte dos vereadores Domingos Pedrosa, Zacarias Antunes de Freitas e Wilson Cláudio Bonfim.

Esses parlamentares elaboraram um documento, colheram 501 assinaturas e continuaram a luta junto ao deputado Antônio Câmara. Em 1986, o grupo preparou uma eleição em forma de plebiscito com nome “Diga Sim Quiterianópolis”. A eleição foi realizada dia 6 de outubro.

Em 15 de maio de 1987, a Assembleia Legislativa do Ceará decretou a emancipação política do município de Quiterianópolis, através do Decreto de Lei Nº. 11.330 publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), em 4 de Junho de 1987.

A origem do nome

O nome Quiterianópolis é uma homenagem à senhora Quitéria de Lima, doadora da área onde está situada a sede deste município. Era uma mulher forte, de bravura reconhecida e que contribuiu de forma primordial para o surgimento deste povoado que hoje é cidade. Inclusive, foi esta senhora, Quitéria de Lima, que em 1778, viajou ao município de Castelo do Piauí para pedir permissão para iniciar a construção de uma capela neste Local.

O santuário foi construído, em homenagem a Nossa Senhora da Conceição e partir de então, as famílias deste lugar tiveram um canto sagrado para praticar suas devoções. A capela é o coração histórico de Quiterianópolis. A História da Cidade nasce e se desenvolve entrelaçada com a História da capela que se tornou Igreja Matriz do Município.

Jornalista Cícero Lacerda